Top 5: Filmes sobre professores e mundo escolar

10 de outubro de 2017 às 16:59

Em comemoração ao dia dos professores, 15 de outubro, separamos filmes que inspiram a pensar sobre a educação e a arte do ensino. Aproveitamos, também, para agradecer aos 70 professeurs da Aliança Francesa de São Paulo, que fazem de nossa escola uma referência no ensino do francês. Bravo à tous et toutes! Voilà alguns filmes franceses com a temática escolar:

O melhor professor da minha vida

Lançado recentemente, o longa percorre o desafio enfrentado por um professor ao ser transferido para uma escola pública no subúrbio de Paris. Essa experiência, que tira François Foucault de sua zona de conforto, irá lhe ensinar uma outra perspectiva do ensino e do aluno, em um ambiente que o instiga e o provoca.

Ser e Ter

O documentário se passa em uma escola rural, na pequena comunidade francesa de Saint-Étienne-sur-Usson, com uma população de pouco mais de 200 pessoas. Junto a um professor muito dedicado, crianças entre 4 e 12 anos recebem a base que precisam. O doc. é interessante uma vez que mostra uma realidade diferente daquela dos grandes centros.

Entre os muros da escola

Quase autobiográfico, o filme foi desenvolvido seguindo um processo muito interessante: o personagem principal, que faz o papel de professor, também desempenhou a função na vida real, e usou de sua experiência para escrever e interpretar o longa. Até mesmo os personagens foram seus alunos reais, o que confere muita naturalidade nos diálogos. A história, assim como O melhor professor da minha vida, também tem como pano de fundo o ensino público.

Dentro de casa

O enredo criativo envolve o professor, Germain, e seu aluno, Claude, por quem nutre uma admiração, já que o garoto se mostra um talento da escrita. Mas para escrever suas histórias, Claude começa a frequentar a casa de um amigo e acaba extrapolando as observações, matéria-prima para seu texto. Como um voyeur, o menino acaba investigando até mesmo a vida de seu professor. Tudo pela inspiração!

A escola de Babel

O filme explora o movimento intenso das imigrações, e documenta a rotina de crianças filhas de imigrantes que tentam aprender a cultura e a língua da França, sua nova terra. As aulas, ministradas para jovens com idades entre 11 e 15 anos também incluem conversas sobre as suas famílias, e também as perspectivas para o futuro.