Top 5: Franceses mais conhecidos fora da França

6 de setembro de 2017 às 17:26

Por Beatriz Prieto

Quais são os franceses mais lembrados fora da França? Nós deixamos aqui alguns palpites de figuras que percorreram a história e ainda se fazem presentes em discussões atuais. Veja os “atemporais” que selecionamos:

Napoléon Bonaparte

napoleao-certo

O conquistador francês não poupou esforços e ego para tentar ocupar as mais variadas partes do mundo. Já esteve de olho em boa parte da Europa, além de outros pontos mais distantes, como Egito e Rússia, sendo que neste último país não obteve êxito e sofreu grandes perdas de exército. Por estar sempre em movimento, causando polêmica e tentando tomar territórios para si, o general deixou seu nome nos livros de história, e também no imaginário da população como um imperador sedento por poder.

Jeanne d’Arc

jeanne-darc-certo

A guerreira foi uma das maiores mártires da história e é lembrada por sua participação na Guerra dos Cem Anos, quando a França disputava terras com a Inglaterra. Filha de camponeses e muito religiosa, ela começou a ouvir vozes divinas que lhe diziam para libertar o povo francês dos ingleses. Depois de ter visto seus pais assassinados pelos soldados, Jeanne tomou a frente da guerra, comandou as tropas e libertou a cidade de Orleans, além de ter participado em várias outras lutas. Seu fim foi trágico, e acabou queimada viva sob suspeita de praticar bruxaria. Corajosa e sinônimo de força e resistência, ela inclusive foi canonizada e se tornou a santa padroeira da França.

Victor Hugo

victor-hugo-alianca-francesa-certo

Cânone da literatura francesa, Victor Hugo ficou consagrado por obras como Les Misérables e Notre-Dame de Paris, ambos retratos de uma França medieval repleta de miséria e injustiça social. Suas obras, que expunham as mazelas com realismo, são consideradas referência na construção de romances históricos até hoje. Vale lembrar que Victor Hugo é tido também como um herói, já que está sepultado no Panteão de Paris, o monumento que abriga os ídolos do país.

René Descartes

descartes-alianca-francesa-certo

Tido como o primeiro filósofo moderno, Descartes é o autor da famosa frase “je pense, donc je suis”, ou seja, “penso, logo existo”, contida em seu livro Discurso do Método, publicado em 1637. Duvidando de qualquer verdade que não possa ser provada, Descartes se firmou como um pensador que muito contribuiu para a ciência, matemática, e até mesmo medicina. Sua célebre frase já foi parafraseada incontáveis vezes, e se tornou popular, por mais que poucos saibam o que realmente quer dizer em essência.

Voltaire

voltaire-alianca-francesa

Defendendo com unhas e dentes o direito à expressão, este ensaísta e filósofo francês foi um vanguardista e abriu caminhos para a liberdade de imprensa, religiosa, além de colocar limites nos privilégios da nobreza e do clero. Foi um dos precursores da Revolução Francesa, além de porta voz dos iluministas. É, certamente, um dos mais famosos pseudônimos da história, sempre lembrado como Voltaire, ainda que seu nome seja François-Marie Arouet.