Pular para o conteúdo

Filósofa Djamila Ribeiro tem livros em francês da Biblioteca da AFSP

16 de março de 2020 às 18:00

Livros doados pela filósofa Djamila Ribeiro estão na Biblioteca Claudie Monteil

No mês de fevereiro, a escritora Djamila Ribeiro esteve na Aliança Francesa de São Paulo, durante a abertura do XIX Colloque Pédagogique de l’Alliance Française. Em 2019 ela foi escolhida pelo governo da França como “Personalidade do Amanhã”. O projeto seleciona importantes figuras não francesas, valorizando sua projeção atual e impacto no futuro.

Veja nossa entrevista com Djamila na abertura do evento:

 

 

Também em 2019, a autora teve seus livros lançados en français. As publicações ficaram a cargo da Les Editions Anacaona. Seu livro Lugar de Fala, se tornou La Place de La Parole Noire, e Quem Tem Medo do Feminismo Negro?, foi traduzido como Chroniques sur Le Féminism Noir. Os dois livros agora estão disponíveis no acervo da Biblioteca Claudie Monteil, veja a sinopse deles abaixo:

Chroniques sur le féminisme noir / Quem tem medo do feminismo negro? 

Um livro essencial e urgente, pois enquanto mulheres negras seguem sendo alvo de constantes ataques, a humanidade toda corre perigo. Quem tem medo do feminismo negro? reúne um longo ensaio autobiográfico inédito e uma seleção de artigos publicados por Djamila Ribeiro no blog da revista CartaCapital, entre 2014 e 2017.

Traduzido do português por: Paula Anacaona

La place de la parole noire / O que é lugar de fala? 

Muito tem se falado ultimamente sobre o conceito de lugar de fala e muitas polêmicas acerca do tema têm surgido. Fazendo o questionamento de quem tem direito à voz numa sociedade que tem como norma a branquitude, masculinidade e heterossexualidade, o conceito se faz importante para desestabilizar as normas vigentes e trazer a importância de se pensar no rompimento de uma voz única com o objetivo de propiciar uma multiplicidade de vozes.

Traduzido do português por: Paula Anacaona 

Leia mais:

DÉFI É O NOVO MATERIAL DIDÁTICO DA ALIANÇA FRANCESA
VEJA A COBERTURA DO XIX COLLOQUE PÉDAGOGIQUE DA #AFSP
CINCO AUTORES CONTEMPORÂNEOS FRANCESES PARA FICAR DE OLHO!