Pular para o conteúdo

Top 3: Grandes escritores belgas da literatura infantojuvenil

11 de abril de 2019 às 15:23

No início de abril, Bart Moeyaert foi premiado com o Alma (Prêmio do Memorial Astrid Lindgren), um dos principais prêmios da literatura infantil mundial. Com esse reconhecimento ele entrou no hall da fama dos principais escritores belgas da literatura infantojuvenil. Atualmente com mais de 50 obras publicadas e traduzidas para 21 idiomas, no Brasil ainda é difícil ter acesso aos seus livros, mas a premiação pode ser incentivar sua publicação por aqui.

Além dele, a Bélgica possui uma longa história com a literatura voltada ao público jovem. O país ficou tradicionalmente conhecido por sua produção de bandes dessinées e romances juvenis, que nao deixam nada a desejar em relação aos outros países. Veja essa lista de escritores belgas e seus livros que ganharam projeção internacional e até hoje estão nas prateleiras de várias gerações.

Hergé

O escritor e desenhista belga Georges Prosper Remi, mais conhecido pela assinatura Hergé, é um dos mais conhecidos autores de bandes dessinées. Foi ele o criador do clássico As Aventuras de Tintin, jovem aventureiro que sai pelo mundo solucionando mistérios. As obras dele se tornaram referência, não apenas pelo desenho, mas pelas histórias meticulosas, e bem pesquisadas. Em 2009 foi aberto o Museu Hergé, em Louvain-La-Neuve, homenageando o mundo de Tintin e Hergé.

tintinletoilemysterieuseplanche_32565

Peyo

Outro grande nome do universo BD é Peyo, cartunista criador dos Smurfs. Seu trabalho começou na revista Le Journal de Spirou, com a história em quadrinhos Johan et Peewit, que se passava na idade média. Foi nessa mesma série que surgiram pela primeira vez os seres azuis que tornaram Peyo mundialmente famoso. O nome original Schtroumpf, foi fruto de uma brincadeira com o cartunista André Franquin. Atualmente a franquia já possui diversos filmes e também está sendo construiído um parque de diversões Smurfs na cidade de Lleida, na Espanha.

No canal de youtube Les Schtroumpf, você encontra o desenho animado en français e poder praticar sua compreensão!

Georges Simenon

Fora do universo das bande dessinées, a literatura belga também produziu outra figura icônica: o Inspetor Maigret. Criado por Georges Simenon, esse investigador surgiu pela primeira vez em 1931, numa série de romances de literatura policial. Com mais de 75 contos , Maigret compete com Sherlock Holmes pelo posto de detetive ficcional mais fascinante.

No cinema, o inspetor já foi vivido por diversos atores, entre eles Jean Gabin, importante nome do cinéma noir. Em 2016, ele virou personagem de uma série inglesa protagonizada por Rowan Atkinson, o famoso Mr.Bean. Os livros de Georges Simenon não eram destinados unicamente ao público infantil, por não subestimar a inteligência de seus leitores que ele conseguiu inspirar tantos jovens a mergulhar no universo da literatura.

 

Você encontra todas essas obras no acervo da Biblioteca Claudie Monteil e da Culturethéque. É gratuito para os alunos #AFSP!

 

LEIA MAIS: