Pular para o conteúdo

Festival de Cannes: 5 filmes premiados para assistir em casa

8 de maio de 2020 às 16:59

Preparamos uma lista com 5 filmes francófonos premiados no Festival de Cannes nos últimos anos

O Festival de Cannes é uma das mais tradicionais premiações do cinema internacional. Fundado em 1946, foi apenas em 1955 que passou a ser entregue o maior prêmio, a Palme d’Or. Desde então, ele premiou filmes dos mais diferentes países, sempre com uma seleção de obras ousadas e inteligentes.

Neste ano, com a crise do Coronavírus, o Festival de Cannes 2020, que aconteceria no mês de maio, precisou ser suspenso devido às medidas de isolamento social vigentes. Na quinta-feira, 14 de maio, a coordenadora cultural da AFSP fará uma Live Dicas de Cinema especial sobre o Festival de Cannes. Assista no nosso canal no Instagram, às 18h.

Aproveite para rever cinco grandes filmes francófonos que foram premiados nos últimos 10 anos. Todos estão disponíveis on-line!

Dheepan: O Refúgio

Esse suspense de 2015, retrata a história de três refugiados tâmeis que fogem do Sri Lanka durante a guerra civil. Eles procuram asilo na França e buscam reconstruir suas vidas em Paris. Na realidade dos subúrbios, eles se deparam com um universo violento. Esse é o sétimo de Jacques Audiard, já falamos do diretor em outro post aqui do blog. Vencedor da Palme d’Or, o filmecoloca luz sobre a crise de refugiados que vive a Europa.

Veja o filme 

Amor

Michael Haneke é um diretor conhecido por seus filmes incômodos e diretos. Em Amour, vencedor da Palme d’Or em 2012, ele coloca sua lupa sobre as relações amorosas e o efeito do tempo. É de forma gradual que vamos acompanhando a trajetória de vida do casal de idosos Georges (Jean-Louis Trintignant) e Anne (Emmanuelle Riva). O desenvolvimento da trama tem muita beleza, ao retratar o sentimento entre eles, mas também traz o duro olhar do cineasta.

Veja o filme

Atlantique

Vencedor do prêmio Grand Prix no último Festival de Cannes, Atlantique é um filme Sengalês, co-produzido com a França. A diretora, Mat Diopi foi a primeira negra a competir pela Palma de Ouro e seu filme ganhou mais alcance ao ser distribuído pela gigante Netflix. Inspirado no documentário homônimo em curta-metragem dirigido pela própria Mati Diop em 2009, Atlantique acompanha a história de Ada. Ela se apaixona por Souleimane, mas o amor é impossível, pois ela foi prometida para outro homem.

Veja o filme aqui

120 batimentos por minuto

Com um ritmo ágil, 120 batimentos por minuto fez bastante sucesso após ganhar o Grand Prix em Cannes em 2017. O filme também está na nossa lista com dicas de filmes LGBT francófonos Nele, os protagonistas fazem parte do movimento Act Up. No início dos anos 1990, esse grupo de ativistas lutava para aumentar a prevenção e o tratamento em relação a Aids. O filme é emocionante e retrata um momento pouco conhecido da história recente da França.

Veja o filme aqui

É apenas o fim do mundo

Baseado numa peça de teatro de Jean-Luc Lagarce, Xavier Dolan faz neste filme uma sobre uma família disfuncional. Ganhador do Grand Prix, em 2016, ele acompanha a volta de um escritor para a casa de sua família, depois de passar 12 anos afastado. O diretor franco-canadense é conhecido por seu estilo melodramático e neste filme ele reúne um grande elenco para encenar sua visão das família tradicionais.

Assista o filme aqui

 

Dicas de cinema 

Para te ajudar a escolher quais filmes do assistir, nossa Coordenadora Cultural, Livia Carmona, fez mais uma edição da live Dicas de Cinema. Assista ao vídeo gravado ao vivo no dia 14 de maio:

 

LEIA MAIS: