6 filósofos franceses mais importantes para conhecer o pensamento mundial!

13 de agosto de 2019 às 19:20

A França é um dos berços da filosofia moderna. Conheça alguns filósofos franceses que precisam estar na cabeceira de quem gosta do tema.

Desde sua formação nacional, até hoje, a França é um dos centros mundiais que reúnem pensadores buscando entender nossa sociedade. Os filósofos franceses tem marcado o debate sobre o tema desde 1500, com a inauguração do que chamamos hoje de pensamento moderno. As diferentes vertentes da filosofia produzida na França mostram uma grande diversidade  e são formas interessantes de estudar a mentalidade social em cada época.

Veja nossa lista de filósofos franceses e não deixe de conhecer mais sobre a obra de cada um deles:

Montaigne

montaigne

Autor de uma obra bastante original, Michel de Montaigne (1533 – 1592), foi o responsável por um novo gênero, que unia literatura e filosofia: o ensaio pessoal. Em 1580 publicou sua maior obra, Os Ensaios, na qual ele explora os vastos campos de seu próprio pensamento. Não  é espantoso como ele consegue unir reflexões sobre os temas mais clássicos e elevados ao lado de pensamentos sobre coisas mundanas, como a flatulência, por exemplo!

Descartes

descartes

René Descartes (1596 – 1650) foi o responsável por inaugurar o racionalismo e a filosofia moderna. Suas pesquisas não estavam apenas no campo das ciências humanas, ele também teve influência no avanço da matemática, física e medicina. Até hoje, Descartes é famoso por sua citação mais conhecida: “cogito, ergo sum” (penso, logo, existo). Foi a partir dessa expressão que ele sintetizou sua reflexão filosófica, explicando que apenas a partir do pensamento humano seria possível comprovar nossa existência. Sua obra  mais conhecida é Discurso do Método.

Voltaire

voltaire       

François-Marie Arouet, mais conhecido pelo seu pseudônimo Voltaire (1694 – 1778) foi filósofo iluminista francês. Ele começou a ficar conhecido ao produzir. Famoso por sua ironia e pelas sátiras que fazia contra a monarquia e a nobreza, foi condenado e preso na Bastilha, maior prisão francesa, usada contra os dissidentes do regime. Após o período no cárcere, ele ficou exilado por 3 anos na Inglaterra, onde conheceu as obras de Isaac Newton, Francis Bacon e Jonh Locke. Até hoje ele é reconhecido por sua contribuição fundamental à doutrina liberal.

Rousseau

rousseau

Na verdade, o filósofo Jean-Jacques Rousseau (1712 – 1778) não entraria na lista, por ter nascido na Suíça. Mas sua teoria está intrinsecamente ligada à Revolução Francesa.  Sua obra foi lida pelos principais líderes do movimento que derrubou a monarquia, entre eles  Robespierre. Seus livros ficaram conhecidos por fazer uma defesa da liberdade e da igualdade entre os homens.  Segundo ele, o homem é bom por natureza e o que o corrompe é a própria sociedade.

Simone de Beauvoir

simone-de-beauvoir

Junto com diversos teóricos, Simone de Beauvoir (1908 – 1986) foi uma formuladora da teoria do existencialismo e também a mais importante filósofa do século passado. Sua reflexão colocou uma lupa sobre as relações de gênero em nossa sociedade. Seu livro O segundo sexo se tornou uma das obras fundamentais para entender o movimento feminista pela igualdade. É possível, inclusive, fazer um passeio pelos principais locais que ela e o seu parceiro Jean-Paul Sartre costumavam frequentar.

Guy Debord

debord

O filósofo e sociólogo Guy Debord (1931 – 1994) foi um dos principais teóricos a formular uma tese completa sobre a sociedade do espetáculo. Na esteira dos eventos de maio de 1968, revolta estudantil e operária na França, seus escritos influenciaram bastante o movimento. Para Debord o conceito de espetáculo está relacionado à expressão da ideologia em todas as esferas da vida, relação entre imagens que faz a intermediação de uma relação entre homens.

Sabemos que na lista ainda faltam muitos nomes importantes. Para você qual o filósofo mais marcou seus estudos?

LEIA MAIS:

+ TOP 5: CLÁSSICOS FRANCESES QUE TODOS DEVERIAM LER
+ TOP 3: CURIOSIDADES SOBRE O REVOLUCIONÁRIO ROBESPIERRE
+ TOP 5: FRANCESAS QUE LUTARAM PELOS DIREITOS DAS MULHERES