Pular para o conteúdo

Receita Le Cordon Bleu: 3 versões de manga

15 de janeiro de 2020 às 18:55

Os chefs da escola Le Cordon Bleu São Paulo prepararam um menu especial para a AFSP

A Aliança Francesa e a escola Le Cordon Bleu são instituições amigas há mais de 30 anos. Em São Paulo, 2019 marcou uma nova parceria, focada na missão de promover a cultura francesa. Alunos de Le Cordon Bleu ganham desconto exclusivo para iniciar a imersão na língua francesa, assim como nossos alunos terão acesso a um preço promocional para frequentar os cursos de gastronomia na escola que é referência mundial.

Em conjunto, as duas instituições também fizeram aulas experimentais, promovendo a troca entre os estudantes. Além disso, a Le Cordon Bleu São Paulo preparou uma receita exclusiva para a AFSP. Tente fazer em casa:

3 versões de manga

sem-titulo-3

4 pessoas

Sorbet

700 grs de polpa de manga

220 grs de açúcar

300 ml de agua

Manga assada

2 mangas Haden

Açúcar de confeiteiro

Cigarette de manga

4 folhas de massa filo

160 grs de manga em pequenos cubos

Folhas de manjericão ou tomilho

40 ml Manteiga derretida

Finalização:

300 grs de fromage blanc ou yogut grego

Procedimento:

Sorbet

Levar ao fogo a agua com açúcar, deixar apenas desmanchar o açúcar

Esfriar a preparação e bater no liquidificador com a polpa de manga

Esfriar bem a preparação e levar a máquina de sorvete ou ao freezer

Manga assada

Cortar a manga em 4 pedaços retirando o caroço

Colocar em assadeira com papel manteiga, salpicar de açúcar.

Levar ao forno quente 180 graus por 15 minutos

Passar maçarico se quiser para dar cor

Cigarette

Cortar a manga em cubos, salpicar manjericão ou tomilho sem os talos

Cortar a massa filo em um quadrado de 12X12 cm

Passar a manteiga derretida na massa, rechear de manga e enrolar como um pequeno charuto, dobrar as pontas.

Assar antes de servir, por 5 minutos, servir quente

Montagem

Colocar as mangas uma ao lado da outra, decorar com colher de fromage blanc e salpicar de tomilho ou manjericão.

p27w08em5s

LEIA MAIS:

QUAL A IMPORTÂNCIA DO CHEF FRANCÊS PAUL BOCUSE PARA A CULINÁRIA MUNDIAL?
TOP 7: PRATOS REGIONAIS FRANCESES
TOP 7: COMIDAS FRANCESAS ESQUISITAS