Origem dos dias da semana em francês

13 de fevereiro de 2017 às 12:14

Por Beatriz Prieto

Os jours de la semaine em francês são derivados do latim, assim como a língua por inteiro, e seus nomes provém dos cultos pagãos realizados pelos romanos. Como forma de homenagear suas divindades, cada dia da semana ganhou o nome de um deus, e o mesmo ocorre com os planetas. A mitologia greco-romana, assim, serviu de principal inspiração para a forma como nomeamos o passar dos dias e, junto com o latim, espalhou suas raízes por muitas outras línguas, como o espanhol e o italiano. Confira abaixo suas origens:

Dimanche

Digital image of the sun.

O primeiro dia da semana era conhecido pelos pagãos como dies Solis, em latim, já que reverenciavam seus deuses dedicando este dia ao Sol. A denominação pagã, no entanto, cedeu lugar à ocupação cristã, que substituiu o astro solar para homenagear o Deus cristão com dies dominicus, que pode ser traduzido em “dia dedicado a Deus para descansar”. O dominicus acabou se transformando em “dymanche” na França do século XIV e, depois, perdeu o “y” pelo “i”. A criatividade pagã, porém, foi preservada em algumas línguas: no inglês, domingo é sunday, e em alemão, sonntag, ambos ainda fiéis ao culto do Deus Sol.

Lundi

lunar on dark night sky, black space, black background

Em latim, dies Lunae remete ao dia da Lua, outro astro reverenciado pelos pagãos. Diferentemente do dies Solis, substituído por dimanche, a Lua conseguiu persistir no nome, e até os anos 1119, sua ortografia era “lunsdi”, já entre 1160 e 1174, modificou-se tal qual a conhecemos hoje. Uma curiosidade é que a sílaba “di”, presente em todos os dias da semana em francês, provém do termo latim dies, que significa jour (dia), na língua francesa.

Mardi

mars

Empregado hoje na expressão “Mardi Gras” para descrever o último dia de carnaval antes do início da Quaresma, o termo significa “terça-feira gorda” e remete às extravagâncias que devem ser feitas no último dia da festa carnavalesca, antes que a farra acabe. Dies Martis, dedicado ao planeta Marte, também tem raíz no paganismo, e sua grafia atual data de 1262.

Mercredi

This is a 3d render of mercury in what It would look like in colour.

O nome em latim, Mercurii dies, já dá uma pista do astro homenageado: Mercúrio. A ortografia merkredi, de 1339, foi substituída pela forma como a conhecemos hoje, entre os anos 1694 e 1740. É conhecido também por ser um dia de penitências para os cristãos, a chamada quarta-feira de cinzas, ou mercredi des cendres, logo depois da fanfarra do Mardi Gras.

Jeudi

Digital Illustration of Planet Jupiter

Jovis Dies é o dia de Júpiter e tomou a forma ortográfica que conhecemos somente em 1740, depois de se chamar jeudy e juesdi. Júpiter é comumente identificado com o deus grego Zeus, já que os planetas são assim chamados por causa dos deuses da mitologia greco-romana, tendo cada um deles uma correspondência com uma divindade diferente.  

Vendredi

Digital Illustration of Planet Venus

O quinto dia da semana, Veneris dies, é dedicado a homenagear a deusa do amor, Vênus, e foi grafado como Vendredi em 1740 depois de chamar-se vendresdi, em 1119. O jour de Vénus, como todos os outros dias da semana, exceto dimanche e samedi, tem raiz no latim, língua falada durante o Império Romano.

Samedi

Planet in space with numerous prominent ring system

A base para um dos dias mais aguardados da semana está, assim como os outros, no latim: Sabbati dies. Mas, para além dessa referência, Samedi também diz respeito tanto a Saturno, planeta escolhido para representar esse dia, quanto ao sabbath, o descanso semanal dos praticantes da religião judaica, que acontece justamente no último dia da semana.