Pular para o conteúdo

Vocabulário LGBTQ+ em francês: conheça algumas expressões!

24 de junho de 2020 às 16:38

Celebre o orgulho LGBTQ+ conhecendo o pajubá dos franceses

Em todo mundo, a comunidade queer está acostumada a repensar as estruturas linguísticas de uma forma mais inclusiva. Neste post, vamos mostrar um pouco sobre esse vasto vocabulário LGBTQ+ em francês. Celebre conosco o Mois de la Fierté (Mês do Orgulho)!

LGBT expressions fierté

Para começar, como dizer gay em francês?

Existe uma ampla gama de possibilidades e espectros da sexualidade. Mas, embora nem todos concordem, a palavra gay ainda é muito utilizada para resumir o universo LGBTQ+. Em francês, você verá duas grafias para a palavra: tanto a mais universal, trazida do inglês gay, quanto a versão afrancesada “gai”, no masculino e “gaie” no feminino.

Essa utilização tem sido transformada ao longo dos anos, para tornar a linguagem sempre mais inclusiva. Por isso é sempre recomendado questionar seu interlocutor para saber suas preferências.

Vocabulário LGBTQ+ em francês

Como você verá, muitos dos termos que usamos em francês são parecidos com o português. Fizemos um resumo de algumas nomenclaturas importantes para você saber

Bissexual =  un bisexuel,  une bisexuelle

Atraído sexual, romântica ou emocionalmente tanto por alguém do sexo masculino quanto do feminino: “un bisexuel”, “une bisexuelle” (também é utilizada a abreviação “bi”).

Pansexual = pansexuel, pansexuelle

Atraído sexual, romântica ou emocionalmente por pessoas, independentemente de sua identidade sexual ou de gênero:

Assexual = asexuel, asexuelle

Pessoa que não está interessado em relações sexuais

Intersexo = intersexe ou “hermaphrodite”.

Nasce com uma anatomia reprodutiva ou sexual que não se encaixa nas definições típicas de feminino ou masculino

Lésbica = une lesbienne

Uma mulher atraída sexual, romântica ou emocionalmente por uma outra mulher

Pessoa não binária = une personne non-binaire

Alguém que não se limita a atributos femininos ou masculinos

Transgênero = un/une transgenre

pessoas com uma identidade ou expressão de gênero diferente do sexo atribuído ao nascimento

Transexual = un transexuel, une transexuelle

Alguém que realizou uma cirurgia de redesignação sexual.

Gírias informais

Além de ser importante saber como se referir corretamente a cada sexualidade, também é bom saber expressões e gírias usadas pelos LGBTQ+ e aliados. Veja 5 muito utilizadas que selecionamos:

Être dans le placard

Assim como em português, é comum dizer que uma pessoa está no armário, quando ela não assumiu sua sexualidade. Quando a pessoa assume, podemos dizer “faire son coming out”, emprestando a expressão do inglês.

Être de la jaquette

Essa expressão que data do século XIX. Naquela época, muitos clubes eram reservados apenas para homens ricos e, portanto, bem vestidos. A moda da época era usar a jaquette, vestimenta elegante. Ironicamente essa expressão foi adotada para tirar sarro dos homens ricos que iam a essas reuniões proibidas para mulheres.

Un PD (ou pédé)

É uma versão abreviada de “pédéraste”, que se refere a homens mais velhos que se relacionam com meninos jovens. Ela nasceu como um insulto pesado, por isso é preciso tomar cuidado com ela. Atualmente, entre LGBTQ+ é comum ver seu uso ressignificado, mas apenas se você fizer isso com respeito.

Une gouine (ou “une goudou” ou “une gouinasse”)

Da mesma forma que “pédé”, essa forma de falar nasceu como um insulto, mas foi incorporada ao vocabulário para combater seu uso ofensivo. Da mesma forma, só é aceita em determinadas situações e principalmente por pessoas da própria comunidade.

Triaude

Assim são chamados os locais conhecidos como ponto de encontro gay

O vocabulário vai longe… Para quem quiser conhecer mais expressões, o site americano Moscasdescolores, que se dedica à pesquisa do léxico LGBTQ+, elaborou uma enciclopédia com centenas de outras expressões (os verbetes estão em inglês).

Pronomes neutros

Em francês, assim como na língua portuguesa, os pronomes são muito carregados com definição de gênero. Até objetos ganham a definição de masculino ou feminino. Por isso, tem sido cada vez mais comum ver pessoas buscando uma linguagem neutra.

Ainda pouco utilizados, estão os pronomes “iel”, “ielle” (pronuncia-o como [yell]) ou mesmo “ille” (qualquer um desses 3 é bom). Se você estiver falando de várias pessoas não identificadas, adicione um “s”.

Além disso, o acordo entre pronomes e adjetivos adjetivos também tem uma opção neutra. Nesse caso, você pode adicionar um “.e” para ser inclusivo. Por exemplo você pode escrever cher.e.s, equivalente ao caros(as) usado na escrita em português.

Mesmo dentro da comunidade LGBTQ +, não é consenso o uso dessa linguagem. Algumas pessoas lutam por essas mudanças, outras acham que a inclusão prejudica o idioma. Mas é importante conhecer essa variante! Aqui está um artigo (em francês) que explica um pouco dos pronomes neutros e acordos adjetivos franceses.

Para lacrar!

Agora que você aprendeu mais sobre a linguagem LGBTQ+, se divirta ouvindo essa música en français do cantor MIKA!

LEIA MAIS: