Pular para o conteúdo

Francês: a língua da Diplomacia

19 de abril de 2021 às 14:40

Mesmo com a popularização da língua inglesa, você sabia que a língua francesa é considerada até hoje a língua da diplomacia? Quer saber o motivo, vem conferir…

Língua da Organizações Internacionais

O francês, ao lado do inglês, é a língua oficial das principais organizações internacionais. É o caso do COI (Comitê Olímpico Internacional), da ONU (Organizações das Nações Unidas), da Corte Internacional de Justiça, da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico do Norte), do Conselho da Europa, da OCDE (Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico) e de muitas outras organizações.

Francês e Diplomacia: uma longa história

O tratado de Rastatt (1714), assinado entre a França e a Áustria, foi o primeiro a ser escrito em francês e não em latim. Ao longo do tempo, graças ao crescimento da influência cultural e econômica da França, a língua francesa passou a ser falada nas principais cortes europeias e entre as elites de vários países, o que a tornou, naturalmente, a língua oficial para estabelecer alianças e acordos.

Francês nos tempos atuais

A França dispõe da terceira maior rede diplomática do mundo com 267 Embaixadas e Consulados em todos os continentes. Há mais de um século, a França tem uma ampla rede de institutos e centros culturais, como o Instituto Francês e a Aliança Francesa.

Em 1970, também foi criada a Organização Internacional da Francofonia (OIF), que tem como objetivo contribuir para a democracia, a paz, os direitos humanos e a promoção do francês.

Por que é importante estudar francês?

O francês é ensinado no mundo inteiro e é a segunda língua mais aprendida, depois do inglês, com 120 milhões de alunos. Para qualquer área profissional, o francês pode ser um grande diferencial no mercado de trabalho.

Contudo, para aqueles que desejam trabalhar na área de Relações Internacionais, ter conhecimentos de francês é obrigatório. Além de quase todas as Organizações Internacionais terem o francês como língua oficial, aqui no Brasil, o Concurso de Admissão à Carreira de Diplomata tem como requisito o conhecimento da língua.

livres-numeriques

Saiba mais