Pular para o conteúdo

5 curiosidades sobre a Guiana Francesa

22 de novembro de 2016 às 09:50

A Guiana Francesa é nossa vizinha, mas o quão bem você conhece essa extensão do território francês?

A seguir, veja 5 curiosidades sobre esse paraíso tropical, que vão te dar vontade de atravessar a fronteira!

• A Guiana Francesa é o maior e mais antigo território ultramarino francês!

Situada na América do Sul, a 7000 km de distância da costa francesa, a antiga colônia que remonta ao século XVII foi anexada como departamento ultramarino da França em 1946. Isto significa que a Guiana Francesa é, na realidade, uma extensão do território francês, integrando também à União Europeia, utilizando o Euro como moeda oficial e sendo regida pelas mesmas leis da França.

Sua capital e principal cidade é Caiena (Cayenne), e, ainda que o idioma oficial seja o francês, a língua mais falada no território é o kréyòl, que consiste em um crioulo com base francesa.

• Há uma ponte entre o Brasil e a Guiana Francesa que nunca foi usada!

Concluída em 2012, a ponte que liga o território brasileiro à Guiana Francesa foi anunciada pelos presidentes dos dois países da época em 1997, sob a premissa de facilitar o intercâmbio entre os países. Acontece, porém, que a construção com 378 metros de comprimento nunca foi inaugurada e, portanto, o seu uso está proibido até os dias de hoje.

Turistas e moradores das regiões vizinhas, Oiapoque, no Brasil, e St. Georges, na Guiana Francesa, normalmente realizam a travessia do rio que divide as duas regiões de lancha ou barco.

• A gastronomia da Guiana Francesa é uma mistura das cozinhas criola, chinesa, africana e brasileira!

A cozinha da Guiana Francesa é um espelho daqueles que a preparam: mestiça, cosmopolita e apimentada! Com um território situado no continente sul-americano, histórica e culturalmente caribenho, mas também europeu, os pratos na Guiana Francesa são ricos em cores e sabores. Essa diversidade se traduz pela utilização de ingredientes tropicais amazônicos, que oferece a base para esse encontro culinário, além da presença forte da mandioca, do arroz preto e do feijão vermelho.

Nas especiarias, fazem sucesso noz-moscada, gengibre, canela e pimenta.  Falando nisso, você sabia que a pimenta de Caiena leva esse nome por ter sido descoberta na região?

• O principal centro espacial europeu fica na Guiana Francesa!

O Centro Espacial de Kourou, na Guiana Francesa, é a porta pela qual a Europa se conecta com o espaço. Com uma localização estratégica, situado a apenas 500 km ao norte do Equador, o centro espacial hospeda a base de lançamento de foguetes e satélites de três grandes agências: ESA (Agência Espacial Europeia), a Ariane Space, sociedade da qual participam dez países europeus, e o CNSE (Centre national d’études spatiales), a agência espacial francesa.

Por estar rodeado de áreas não povoadas, como o Oceano Atlântico e uma densa selva, é possível lançar  os foguetes em qualquer direção. O interessante é que os visitantes podem fazer um tour supervisionado e conhecer as principais instalações do complexo, descobrindo mais sobre o funcionamento de uma base espacial, seus impactos e efeitos na economia da região.

• Ilhas paradisíacas para relaxar e tomar um banho de mar

Já que estamos falando de uma região tropical, não podemos deixar de citar as praias! O arquipélago conhecido como Îles du Salut é um dos principais destinos turísticos da Guiana Francesa. Situado a 15km de Kourou, ele é composto por 3 ilhotas: Île Royale, Île Saint-Joseph, e uma menor, chamada Île du Diable, sendo apenas as duas primeiras acessíveis.

Com areia branquinha e mar azul, característico das praias tropicais, o passeio é garantia de sucesso entre os banhistas, mergulhadores e pescadores. On y va?

cta_fim

VEJA MAIS: