O que você precisa saber para emigrar para o Canadá

7 de novembro de 2018 às 12:44

Um levantamento recente feito pelo jornal O Estado de São Paulo, a partir de dados do Consulado-Geral do Canadá no Brasil, mostrou o crescimento do número de brasileiros que receberam vistos de residência permanente para o Canadá.

Entre 2015 e 2017, foram mais de mil vistos emitidos além do constatado no período anterior, passando de 1.750 para 2.760. Neste ano, a procura já superou a série histórica, chegando a 2.800 vistos para brasileiros.

Últimos anos no Canadá

Esse resultado é fruto de uma política do governo canadense no campo da imigração. Há no país uma demanda grande de empregos em setores como tecnologia da informação e engenharia, entre outras áreas técnicas.

Houve também uma mudança no perfil dos brasileiros aceitos no Canadá. Antes, a maioria dos vistos era emitida para jovens por volta dos 20 anos, que iam estudar no país. Nos últimos anos, cresceu a quantidade de famílias, com filhos pequenos, que fazem o processo de emigração buscando oportunidades de trabalho.

Documentação

Existem várias opções de documentação disponíveis para os brasileiros. O visto de trabalho é emitido por tempo determinado, a partir de um contrato pré-estabelecido com a empresa canadense. Com ele, você já pode fazer um pedido de residência temporária para ter acesso aos serviços públicos por lá.

Caso você queira viajar a estudos, o visto de estudante permite trabalhar até 20 horas semanais. Além disso, há também o Programa Férias-Trabalho, que permite passar um ano no Canadá sem a necessidade de possuir um empregador específico previamente.

Oportunidades de trabalho

Todo empregador canadense é autorizado a contratar estrangeiros qualificados por determinado período, desde que seja comprovada a falta de mão de obra no país para os cargos em aberto. É por conta do déficit de trabalhadores que o governo estabeleceu uma legislação bastante atraente para os estrangeiros que desejam emigrar.

Para buscar um emprego e estabelecer contato com empresas canadenses, há agências ligadas ao governo que promovem as oportunidades em aberto.

Québec na Cabeça

O Québec é uma província do Canadá, na qual o francês é língua oficial. Entre suas principais cidades estão a capital Québec e Montreal, a segunda maior cidade do país. A agência Québec na Cabeça foi criada para auxiliar nos processos de emigração e busca de mão de obra qualificada.

No site, você encontra uma sessão com as vagas de emprego disponíveis. Um dos requisitos estabelecidos pelas empresas é o conhecimento da língua francesa. Também há explicações sobre as diferentes modalidades de visto e os procedimentos para a obtenção deles.

A agência também realiza sessões de recrutamento on-line. Os candidatos fazem entrevistas por teleconferência, após serem selecionados pelas vagas disponíveis no site. As datas são sempre divulgadas aqui no site da Aliança Francesa.

Programa Experiência Quebequense

Em francês, o Programme de l’expérience québécoise é mais uma forma de o governo canadense incentivar a imigração para o país. O público visado é o de jovens famílias, cujos pais se formaram até 3 anos no momento da candidatura, e também estudantes formados nos Canadá. Não há limite de idade para integrar o programa, e o francês é uma etapa fundamental para participar do processo. As condições para candidatura podem ser checadas aqui.

Palestras

Para conhecer as condições de vida no Québec, o governo promove palestras presenciais e on-line. Essas atividades tem o fim de ajudar o público a se preparar para o momento da mudança. Em parceria com o escritório de Imigração do Québec, a Aliança Francesa recebe os eventos e auxilia com os projetos de estudo em língua francesa.

Para conhecer a atuação do governo no Québec no Brasil, acesse o site do Bureau du Québec. Nele estão disponíveis todas as informações sobre os incentivos disponíveis.

Língua Francesa

Para comprovar seu conhecimento em francês, há exames como o TEF Canadá, o TCF e o DELF/DALF, ambos reconhecidos internacionalmente e aceitos no processo de emigração. Em São Paulo, a Aliança Francesa é a única instituição autorizada a aplicar as provas. Saiba mais sobre os exames aqui.

Allons-y?

LEIA MAIS: