Top 3: curiosidades sobre Madame Bovary

11 de dezembro de 2018 às 13:16

O escritor Gustave Flaubert é a grande referência do movimento da literatura realista na França. Seus livros representaram uma ruptura com o romantismo, buscando descrições minuciosas e racionais. Sua ironia é um dos pontos fortes de sua escrita, que foi uma forte arma para criticar os hábitos da burguesia de sua época. Leia algumas curiosidades sobre Madame Bovary, sua obra mais famosa:

629-mme-bovary-zoom

Foi parar nos Tribunais

A publicação de seu livro Madame Bovary chocou a sociedade francesa e foi motivo para o autor ir parar nos tribunais. Ele foi acusado de imoralidade, por conta de sua história sobre adultério.  Ao final do processo, ele foi absolvido, mas fez questão de polemizar dizendo: “Madame Bovary sou eu”.

Inspiração real

Sua personagem mais famosa, Emma Bovary, é uma mulher entediada com seu casamento, sem grandes qualidades e que se envolve com outros homens.  O que poucos sabem é que o livro foi inspirado em uma história real. Flaubert ficou sabendo de um caso de suicídio na Normandia, cometido pela mulher de um oficial após um adultério.

Precisão na escrita

Os livros de Flaubert são conhecidos pela sua precisão, na escolha do vocabulário, sintaxe e estrutura do enredo. Não à toa Madame Bovary possui mais de 400 páginas e foi escrito ao longo de cinco anos. Por conta desse seu esforço constante, foi considerado um mestre por escritores com Émile Zola e Guy de Maupassant.

 

Ficou interessado? Na Biblioteca Claudie Monteil você pode emprestar esse clássico e também a adaptação cinematográfica feita pelo diretor francês Claude Chabrol!

 

 

Leia mais: